Não deixe de andar com meu cartão!

Sou fã de cartão de visita! Constantemente estou renovando o meu. Ao longo dos anos abusei na variação: Formas, tipos de papel, foto e dizeres, tem feito com que meu cartão seja guardado por meus clientes. Até porque é necessário, pois dor de dente não tem hora para acontecer e um dentista para orientar nessas ocasiões é fundamental. Todavia, o uso de meu cartão de visita não foi só com essa finalidade. Sem querer acabou sendo um serviço de utilidade pública. 
Aconteceu em duas situações:
Certa vez uma pessoa me liga à noite dizendo que achou uma bolsa jogada na porta de sua casa e o único telefone disponível era o meu. Tratava-se da bolsa de uma cliente que foi assaltada e os ladrões jogaram a bolsa fora após pegar o dinheiro. Fui ao local onde a bolsa foi achada, peguei-a e devolvi à minha cliente.
Outra feita, recebi uma ligação da polícia militar perguntando se eu conhecia determinada pessoa. Disse que era meu cliente e perguntei no que poderia ser útil e o policial disse que o carro desse cliente havia sido roubado e foi recuperado. O policial queria falar com meu cliente e o único contato era meu cartão de visita. Verifiquei a ficha dele e passei o telefone. Problema resolvido!

Por essas histórias recomendo que guarde com carinho meu cartão de visita. Ele poderá ser mais útil para você além da marcação de consultas...
Não deixe de andar com meu cartão! Não deixe de andar com meu cartão! Reviewed by Bate papo com o Boelter on 21:03 Rating: 5

Nenhum comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...

Anúncio Google