quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pergunta do leitor:
Sou odontóloga e busco propagandistas para levarem amostras de medicamentos e novas divulgações de itens odontológicos nos sindicatos onde atuo.

Estou tentando contato, mas me parece que eles não dão importãncia aos dentistas,só aos médicos.
Aguardo qualquer tipo de informação esclarecedora.Grata

Resposta:

Olá!
O problema que você enfrenta é o mesmo da maioria dos dentistas. Nós prescrevemos antibióticos, antiinflamatórios, analgésicos, relaxantes musculares, etc e ainda assim não temos o mesmo tratamento que os médicos têm.
O real motivo para este descaso não é que os laboratórios desgostem dos dentistas, mas a grande verdade é que não somos "lucrativos" para eles. Hoje em dia impera a chamada "simbiose maldita" entre alguns médicos e laboratórios farmacêuticos, que consiste no médico prescrever sempre determinado medicamento de determinado laboratório para seu paciente, mesmo sabendo que existe um genérico com a mesma eficácia e mais barato. Só aquele remédio da marca tal é que vai resolver o problema do paciente e o pobre do incauto segue a orientação.  Consequentemente, o médico recebe um "bônus" pela quantidade de tal remédio que prescreve. Esse "bônus" vai desde viagens a congressos com tudo pago, até o pagamento do "bônus" em dinheiro vivo. Tem um consultório de dermatologia próximo ao meu que foi totalmente equipado (móveis, computador, etc) por um laboratório devido a indicação dos fármacos que ela produz. Não falo nenhuma novidade, porque isso já foi objeto de reportagem na mídia televisiva há alguns tempo atrás...
Como nossa prescrição fica pulverizada não interessa aos laboratórios enviarem propagandistas aos nossos consultórios. Para mim não faz falta nenhuma e é até um alívio eles não virem para me chatear com suas ladainhas decoradas em cursos de fins de semana, querendo me convencer de que o laboratório que representa é melhor, que seu remédio é mais potente, etc. Porém, no seu caso é uma lástima, pois estas amostras serviriam para atender clientes carentes dos sindicatos onde você trabalha.
Recomendo que envie e-mails para laboratórios específicos e peça amostras de medicamentos. quem sabe você não é atendida?



0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...