domingo, 24 de julho de 2011



Retração gengival: Observe este sinal de alerta da sua boca
As gengivas são responsáveis pela "estética vermelha do sorriso", na visão da grande maioria das pessoas. Mais do que isso, elas representam os tecidos que revestem e protegem os ossos bucais que sustentam os dentes, ou implantes, nas arcadas dentárias. Qualquer variação na core, forma e textura, pode trazer reflexos para a estética e apontar problemas da saúde bucal. 

Dentre as alterações mais comuns das gengivas, a retração gengival merece destaque. “Em geral está associada a perda do osso que sustenta os dentes e que funciona como uma espécie de “coluna vertebral” para as gengivas”, explica o cirurgião-dentista Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes.
O consultor técnico da TePe explica que essas perdas de ossos e gengivas podem ser motivadas por inúmeras causas. A mais tradicional é a doença periodontal, ou seja, pela ação destrutiva das bactérias da placa bacteriana depositada entre os dentes e as gengivas. Mas há casos associados à traumatismos repetidos e exagerados, como o da escovação dentária com força excessiva ou com cerdas mais duras ou pastas mais abrasivas. Também há casos ocasionados pela inserção muscular de freios e bridas que tensionam as gengivas para longe dos dentes recobertos por elas ou por discrepâncias de alinhamento e tamanho dos dentes em relação ao osso que os reveste. 

Alguns sintomas podem estar associados, como o caso da sensibilidade dos dentes e do crescimento excessivo deles. O tratamento das retrações pode envolver algumas opções. Caberá o dentista e ao paciente decidirem juntos a melhor terapia para o caso.
Dentre as opções veja as melhores alternativas de reabilitações:

- Casos dos enxertos das gengivas para recobrimento das retrações e os restauros dos dentes, de forma a cobrir as retrações.
- Outra opção é o controle das áreas dentárias com gengivas retraídas para não haver mais retração. Uma vez que haja saúde na região submetida a retração, especialmente após o tratamento das causas a ela associadas, ela poderá ser observada por longo período de tempo sem maior ônus ao paciente.
- A utilização de escovas de dente com cerdas macias.

5 comentários:

  1. clareamento a lazer custa caro???

    ResponderExcluir
  2. Não. Porém, o custo varia de consultório para consultório. Se morar no Rio poderá me procurar que faço uma avaliação sem compromisso.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Fiz recentemente (15 dias) um implante gengival, foi um sucesso, não fosse pelo detalhe de eu ter utilizado Periogard com álcool (por engano do farmaceutico)para higienizar e enxaguar a boca. Faz três dias que sinto uma dor terrível em apenas um dos dentes que é difícil até de explicar, não consigo comer nada, pois se eu encostar esse dente no outro para mastigar dói demais, e sinto umas fisgadas lá na raíz. Queria saber quanto tempo isso demora pra passar, pois estou sofrendo muito... tenho tomado por orientação de meu dentista um analgésico, mas essa sensibilidade para mastigar não passa nem com remédio.
    Grata pela atenção

    ResponderExcluir
  4. Olá! Escovo meus dentes 04 vezes ao dia. E cada escovação demora em média 8 a 10 minutos com uma escova macia massageando dente por dente. Depois de aumentar o tempo da escovação nunca mais tive cáries ou sangramento. Mas "acho" que minha gengiva "desceu" um pouquinho. Tenho medo de ter retração gengival. O tempo que executo a escovação é exagerada? Com o passar dos anos a gengiva se retrai também?

    ResponderExcluir
  5. Respostas,

    1) Anônimo do implante,
    Fale com seu dentista a respeito.

    2) Anônimo 2,
    Você está escovando muito. 3 a 5 minutos são mais do que suficiente.
    Por causa do seu excesso de zelo é que está ocorrendo a retração.
    converse com seu dentista a respeito, ok?

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...