quarta-feira, 15 de junho de 2011

Sou reabilitador oral e trabalho com técnicos em prótese dentária há muitos anos. Já tive muitas felicidades, mas também muitos dissabores. Estressei, discuti, só faltei brigar, mas como sou um homem que pensa, usei minha massa cinzenta para ver uma melhor forma de me relacionar com esse segmento essencial na prática odontológica que são os laboratórios de prótese dentária.
Já trabalhei com todo tipo de laboratório. Desde o "top de linha" e até os de "fundo de quintal". Todos eles apresentam os mesmos problemas e, por isso, suponho que os vapores de monômero de resina acrílica alteram o código genético dos protéticos na sua jornada de trabalho ao longo da vida. Daí a uniformidade de comportamento tanto de laboratórios ricos como pobres, pois apresentam os mesmos defeitos.
Para ser mais claro fiz uma representação gráfica do que estou  afirmando:

Esse gráfico mede a eficiência do laboratório de prótese junto ao dentista ao longo do tempo. 
Entre "A" e "B" indica o início das atividades comerciais com o dentista. Tudo corre as mil maravilhas! A eficiência é máxima. O protético visita regularmente o dentista, orienta a confecção dos trabalhos, dá sugestões sobre melhorar moldagem e términos cervicais. Pagamento? Nem pensa em dinheiro! O que importa é a satisfação do dentista e de seu paciente. A recompensa financeira vem depois. Chamo esse período de "lua de mel de dentista e protético". É a melhor fase do relacionamento dentista/protético.
No intervalo entre "B" e "C" começam os problemas. O protético acha que o dentista cliente já está garantido e não dá mais a importância devida. Ainda por cima, começam os problemas financeiros. O dentista aceita convênios, que pagam 60 dias depois do tratamento aprovado (quando não há glosa), parcela pagamentos em cartão, cheque e até na camaradagem. Faz de um tudo para conquistar um cliente e facilita ao máximo os pagamentos, mas o protético quer receber à vista e não quer abrir mão desse procedimento. Como o dentista não consegue pagar a fatura de uma vez só, o protético começa a desanimar, coloca estagiários para fazer o trabalho do dentista e a qualidade começa a cair. Mas, depois de uma conversa com o dentista ele aceita relutantemente as alegações e concorda em parte com a distensão dos pagamentos. O nível da eficiência volta a aumentar, mas não é mais como era antes...
No intervalo entre "C" e "D" acontece um período de acomodação entre protético e dentista. A qualidade dos trabalhos já não é mais a mesma, mas está dentro dos limites do aceitável. Por sua vez o protético se resigna com o dentista, mas não está mais motivado a prestar um bom serviço. Vai "levando com a barriga". Neste intervalo o dentista, que já está acostumado com o laboratório, começa a mandar um maior volume de trabalhos. O laboratório demora a entregar os trabalhos, comete alguns pequenos erros, mas dá pro gasto. Neste período aumenta o sentimento de que o dentista não está priorizando o laboratório. Com o volume de trabalhos não dá para quitar a fatura do laboratório à vista? Está ganhando dinheiro em cima de mim! No ponto "D" a crise está ameaçando o relacionamento dentista/protético.
No intervalo "D" e "E" começa a crise. Inesperadamente o laboratório manda um trabalho completamente errado. Você reclama, ele conserta e depois manda outro trabalho errado. O dentista não entende nada, porque o erro é grosseiro. Não há mais controle de qualidade. Tenta falar com o dono do laboratório e ele nunca está presente, deixa recado e dois dias depois ele responde e diz que vai resolver...
No intervalo "E" e "F" os erros são repetitivos. A cor da porcelana não acerta, a anatomia do incisivo central mais parece uma "pastilha Mentex" e o laboratório não conserta mesmo você mandando fotos. A montagem dos dentes está completamente errada, o dentista pede pra consertar e se mandar acrilizar direto vai penar horas para ajustar a prótese durante a consulta final. O dono do laboratório demora em atender suas solicitações. Quando ele liga é para cobrar.

Essa descrição pode ser um pouco exagerada, mas é a minha realidade ao longo dos anos. Já me estressei muito com isso, mas tenho que conviver com os laboratórios de prótese de maneira saudável. 
Então adotei o sistema de rodízio de laboratórios de prótese
Quando percebo que a eficiência do laboratório está chegando ao ponto "C", já é hora de trocar de laboratório. Não reclamo mais, solicito que os erros sejam corrigidos, mas se não ocorrer não peço mais e começo a encaminhar os serviços para um novo laboratório. Vou pagando o saldo devedor até quitar totalmente e a relação profissional é interrompida sem nenhum desentendimento.
Os laboratório de prótese em sua maioria se esquece que é o dentista que é o seu cliente e não o paciente do consultório. 
Cliente satisfeito permanece. Cliente insatisfeito vai embora...

67 comentários:

  1. Boa Noite Sr. Dr. Rogério Boelter

    Sou Técnico em Protese Dentária há 14 anos e meu Pai e Professor há 44 anos, concordo em muita coisa que você postou mas discordo de muitas, venho sofrendo inadimplências mensais aqui em meu laboratório, tento ser o melhor amigo do profissional Dentista, mas em muitos casos fica um pouco impossível, são muito baixas as repetições em meu laboratório, quando há repetições presto muita atenção aonde ocorreu o problema, ao invés de jogarmos um para o outro, antes acharmos o defeito do que julgar os culpados, muitos problemas que ocorrem são devidas moldagens distorcidas que ao final de um trabalho, óbvio que não vai adaptar, no modelo está perfeito, cores de cerâmica, tiragem de cor em luz do dia, não com a luz " amarelada" sem um bom contraste que vocês tem com este equipo, pagamentos?? no ato do contato entre lab e Dentista fazerem planejamentos de pagamento, para não ter problemas futuros, laboratorio só recebe o pagamento na maior parte, meio que no fim do trabalho, o Dentista parcela pro cliente siiimm, mas antes mesmo de começar o devido tratamento, divide em 30, 60, 90 dias, porque no inicio do trabalho com o lab. já não pode ser feito esse parcelamento junto???? bom gostaria de conversar mais estou sem tempo.. abraços Dr. Rogério

    Paulo Roberto

    ResponderExcluir
  2. Prezado Paulo Roberto:
    Você está entre a minoria dos protéticos sensatos. Se os protéticos com quem trabalhei agisse com essa lisura e transparência que você demonstrou em poucas palavras, certamente minha impressão não seria tão negativa...
    Proponho a você que faça uma réplica do que afirmei no post acima, como um representante da classe que terei o maior prazer em publicar no blog. A idéia não é denegrir ninguém, mas abrir um canal sadio de discussões e assim propormos soluções. Aguardo suas idéias!

    ResponderExcluir
  3. Ola Drº Rogerio!!!!!!!!!!
    Concordo plenamente com o Drº,só que o que não pode acontecer é,vou dar um exemplo eu tinha uma dentista de pinheiro,ela ate que mandava bastante trabalho,um certo mes a conta dele deu 1500 reais sabe que ela fez:simplesmente ela me mandou 100 reais pelo meu boi e dai por diante não atendia o telefone,isso dia 5 do mes,quando chegou dia 20 liguei cobrando ela ficou puta da vida pq eu estava cobrando pois ela tinha me mandado 100,e que eu tinah que esperar,agora fala serio,muitos dentistas metem o pau nos proteticos,mas eles não falam que dão mancada com os proteticos DrºAbraço.

    ResponderExcluir
  4. Realmente você está certo. O ideal é que aja entre dentistas e protéticos uma clara definição de como será o pagamento das próteses. No meu caso proponho ao laboratório que vou pagar em quatro parcelas, só que não tenho como estipular exatamente quanto será o valor de cada parcela, visto que recebo com cartões de crédito parcelado e necessito de adequar o orçamento geral aos pagamentos do laboratório...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. o Sr possue argumentos equivocados. Com todo respeito. Se um paciente paga com cartão de crédito parcelado, o sr. Recebe esse pagamento avista e o paciente paga parcelado para a operadora do cartão dele. Gostaria de acreditar que o Sr está mal informado a respeito do sistema de crédito e me causa muita estranheza que 20 anos na profissão o Sr Dr., nunca reparou nós valores repassados para sua conta vinculada com a máquina de cartões.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Olá David! É óbvio que sei disso. Contudo, não faço antecipações pelo simples motivo que a taxa de juros de antecipação de crédito é altíssima. Dependendo da operadora tenho uma perda de quase 30%. Prefiro receber as parcelas ao longo do tempo e fazer capital de giro. Não vou antecipar recebíveis para pagar laboratório...

      Excluir
  5. O grafico da relação dentista x protético, acima na visão do laboratório de prótese:

    No intervalo A - B: O dentista manda moldagens de primeira linha, registros de mordida em duralay (na quantidade certa), componentes protéticos compativeis e parafusos novos, transfere os copings e coras na prova do metal (ou metalfree) e o pagamento a vista ou no dia seguinte á conclusão do trabalho com o paciente.

    No intervalo B - C: começam os problemas...o dentista acha que o laboratório é adivinho, molda em ritmo de produção fabril, não manda registro de mordida (é bem justinha!!, componentes trocados, transferencia???, o pagamento é no final do mes, acumulado, a cada 2000 trabalhados, 200 recebidos.

    No intervalo D - E: a crise.... O dentista manda os antagonistas trocados, analogos deslocados, moldagens repuxadas, parafusos trincados e sem rosca, e ainda liga pro laboratório querendo saber onde está o erro.

    No intervalo E - F: os erros sao repetitivos...a cor da porcelana pedida não bate (ao apagar a luz branca percebe que estava errado), o implante do incisivo sai pela vestibular, o preparo para metal-free é a própria definição de retenção, e ainda por cima os pagamentos há 2 meses em haver não ficaram bons e nao foram aproveitados....mas também nunca são devolvidos.

    Resumindo:

    Bons e péssimos profissionais existem em todas as áreas.

    O pagamento deve ser facilitado, mas se é em 15 vezes, devem ser entregues 15 cheques no nome do dentista ao laboratorio, para que possa negociar os créditos como faz todo o mercado, inclusive os dentistas.

    E ensino SUPERIOR é o que está acima do primário e médio....não é o que nos torna superiores aos outros....

    Abraços aos D's e P's

    Sejamos sensatos!!!

    ResponderExcluir
  6. Mais um protético sensato visita meu blog!Está correto!!

    ResponderExcluir
  7. Ola amigo, sou tec. Em protese a 14 anos, graduado em odontologia, especialista em protese e cursando especializaçao implantodontia. Mantenho um lab. Com uma equipe de 8 profissionais.
    Tenho poucos problemas com meus clientes do lab. em relaçao a pagamento pq deixo muito claro as condicoes de pagamento. Mesmo assim sempre aparece algum espertinho (ou burro ) pra tentar tirar vantagem.
    O orçamente q vc passa para seu Paciente é pelo menos 4 vezes o valor q vai pagar para o lab., entao se vc quer parcelar para ele o problema é seu. Olaboratorio tem todas as contas q vc tem e mais algumas para pagar incluindo funcionarios q sao bem caros.
    Desculpe pelo desabafo, mas dentista sempre tenta sair como vitima e como sou protetico de coraçao.....
    Mas existem muitos " proteticos" picaretas tambem, pessimos profissionais, na maioria praticos de clinicas pop.
    Se quiser entar em contato acesse : www.laboratorioarts.com.br

    ResponderExcluir
  8. Prezado colega, no seu "desabafo" você coloca o trabalho do protético como o evento principal de um tratamento dentário. Os honorários que cobro do meu paciente não é em função do que o protético me cobra, e sim de acordo com a complexidade do caso, do conhecimento que tenho que empregar para resolver o problema, das dificuldades em realizar o tratamento e assim por diante. O que o protético me cobra entra na planilha de custos como entra o que pago de materiais, secretário, infra estrutura do consultório, etc. E tudo isto já consome uma boa fatia do orçamento pago pelo paciente. É muita pretensão de sua parte "desabafar" desse jeito, até até me causa estranheza, por você valorizar tanto seu trabalho de protético, e ter feito a graduação de odontologia e estar na segunda pós graduação. Se o ofício de protético fosse tão relevante seria mais lógico se aprofundar na prótese, não é mesmo? O que quero dizer com tudo que falei é que num consultório dentário tudo é importante! Desde a revista da sala de estar até a dental e o protético.
    A odontologia de hoje não é mais a mesma de outrora, onde grandes ganhos eram a rotina. Hoje em dia, as TVs LED, notebook, carro, etc, concorrem com os orçamentos que fazemos. Ainda por cima todos dividem suas compras em até 12x sem juros no cartão. E por que o dentista seria diferente? Temos que nos submeter a essa nova tendência. Se aonde o colega clinica tudo é pago à vista me diga onde é que monto um consultório lá. Porém, o protético não entende isso. Até já desisti de argumentar. O protético sempre tem a sensação de que o dentista quer enrabar ele(perdoe-me pela expressão chula). Por isso, sempre parte do princípio que o dentista quer passá-lo para trás. Faça a seguinte experiência: Faça um trabalho com outro laboratório que não saiba que você além de dentista é protético. tente negociar forma de pagamentos com ele. Verás como me sinto...
    Como os dentistas se adequaram a essa realidade, os laboratórios também precisam se adequar a essa nova realidade. Só isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. sua preocupação com as revistas e TVs de Led dar sala de espera, o notebook em cima da sua mesa, o carro caro que está na vaga privilegiada do consultorio para todos os pacientes verem é ridículo com o gasto que um laboratório de ponta tem. Sala de cerâmica com fornos de queima, setor de fundição com fornos para anel, centrífuga por indução, solda laser, cad cam, central de usinagem... Valores que ultrapassam 1 milhão de reais muito fácil.. Convido o Dr. que venha ao congresso de prótese dentária ano que vem aqui em São Paulo.Grande abraço

      Excluir
    2. Prezado David, me parece que você tem algum problema de interpretação de texto. Não falei que o dentista precisa ostentar para quem quer que seja, mas disse que muitos sonhos de consumo (computador, carro, tv, etc) competem com um tratamento dentário reabilitador e esses objetos são vendidos financiados. Por que com o tratamento dentário seria diferente? Hoje em dia os clientes querem financiar e eu tenho que aceitar. alguns laboratórios de prótese tem que se adequar a essa nova realidade...

      Excluir
    3. Não meu querido, não tenho nenhum problema com interpretações de texto. Imagina que o Sr escolhe um laboratório que "te sirva" com a eficiência que te satisfaça. Um laboratório que vale no mínimo 1 milhão de reais e isso cada dia é mais comum, deve-se pagar uma parcela de quanto se o valor do trabalho que o dentista ou cirurgião como o Sr, nos pagam da forma que se bem entendem. Engraçado é que o Sr, Dr, não aceita nossas propostas e só está bom quando lhe convém.Não somos "obrigados" a aceitar "SUAS" propostas... e aí como fica... Se o Sr não concorda com isso simplesmente "arruma" outro laboratório?

      Excluir
    4. Esse "meu querido" pegou mal, mas vamos lá. O laboratório não está impedido de fazer exigências. É direito dele! Há um tempo atrás fui rejeitado por um protético especialista em prótese total, porque ele não tinha como dar conta dos trabalhos. É conhecido meu e aceitei numa boa. O que quero dizer com tudo isso é que ambos profissionais têm que se respeitar mutuamente. Desconfiança crônica não faz mal a ninguém...

      Excluir
    5. dentista igual a voce ta cheio,que nao valoriza nossos trabalhos mau pagador!ninguem deveria trabalhar com vc

      Excluir
    6. dentista igual a voce ta cheio,que nao valoriza nossos trabalhos mau pagador!ninguem deveria trabalhar com vc

      Excluir
  9. nem todos os laboratorios são iguais nem todos os proteticos são iguais..referente ao pagamento..se vc chama um pedreiro na sua casa e ele te faz o serviço vc tem de pagar na hora certo ? conosco é igual..seja cheque dinheiro...com alguma coisa temos de sair; o trabalho é arduo,gasta-se com entrega retirada e novamente outra viagem p retirada do pagamento...o cliente não sai od seu consultorio sem pagar certo? então respeitando o trabalho alheio todos vão ser respeitados somos autonomos e pessoas temos contas e famila p sustentar como qualquer um...enfim...se tem dinheiro peça o trabalho se não tem não peça...cada um recebe por aquilo que paga..eu tenho de entregar trabalho na data e hora correta pq não receb er tb na hora correta ? pense nisso...o dentista nunca passou uma semana atras da bancada dando o duro que o protetico dá..se fizesse isso valorizaria mais a parceria com qualquer laboratorio seja de ponta ou de fundo de quintal o que eu acho uma expressão ridicula de se usar..gostaria de ser dentista de fundo de quintal? os impostos são caros mas protetico que se preza seja no de ponta ou no de fundo de quintal tb estuda tem gastos e não é facil começar nada sozinho...então vamos começar com o respeito ao proximo em primeiro lugar...e NUNCA SE ESQUEÇA DE QUE O PRÓTETICO GANHA UMA MIXARIA PERTO DO QUE VCS COBRAM DO CLIENTE SE NÓS DEPENDEMOS DE VCS VCS TB DEPENDEM DE NÓS..NENHUM LABORATORIO É CASAS BAHIA P FINANCIAR TRABALHO TODOS TEM SUAS REGRAS SE LESSEM TABELAS AVISOS QUE ENVIAMOS BILHETES MUITOS PROBLEMAS SERIAM EVITADOS..mas infelismente para muito somos tratados apenas como simples operarios...é muito facil o que fazemos...LAMENTAVEL !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá anônimo. Pena que não se identificou... Se você não sabe também existem dentistas de fundo de quintal. Onde tenho consultório tem vários em volta de mim. É só olhar pela janela. Fazer uma restauração por R$20,00 e ganhar uma comissão de 30% disso é ser muito medíocre! Se um dia chegar a essa posição mudo de profissão! Sei de todas as dificuldades que um laboratório de prótese tem, pois conheço vários. Porém, dificuldades todos têm! Respeito os protéticos e o relevante trabalho que realizam, mas o dentista passa as mesmas dificuldades e até maiores! Quer ver um exemplo? Você fala que dá um duro danado na bancada e que o dentista deveria ficar lá um pouco para sentir a dificuldade. Você já viu uma cirurgia de extração de siso? Já viu uma cirurgia de instalação de implante? Já presenciou um cliente urrando de dor e que precisa fazer um tratamento endodôntico? Nestas situações o dentista depara com dificuldades quase intransponíveis e não pode errar. Se você errar uma fundição é só repetir. Cansa, mas não estressa. Não tem paciente descompensando na cadeira, não tem paciente ligando de madrugada para você pedindo orientações. E no caso das próteses? O laboratório faz uma linda coroa com a cor errada ou mal articulada. Você prova na boca do paciente e fica discrepante. O paciente reclama que não deveria estar errado, que está demorando, etc. Você não houve nenhuma dessas reclamações, mas foi o laboratório que errou. Você não sabe de nada no dia a dia de um consultório dentário! Se soubesse "isso valorizaria mais a parceria com qualquer consultório seja de ponta ou de fundo de quintal" (utilizei uma expressão sua). É claro que cobro caro do meu cliente. Afinal de contas estudei pra isso. Se você está achando que seus honorários estão baixos, aumente-os! Você também estudou pra isso, não é mesmo? Finalizando, o que quero dizer com tudo isso são duas coisas: 1) Cada um no seu quadrado - 2) O laboratório de prótese precisa se adequar a essa nova realidade da odontologia, senão vai fechar...

      Excluir
    3. 1- O Sr. escolheu ser dentista e implantodontista... assuma e não chore se o paciente te ligar de madrugada ou ficar dando chilique na sua cadeira.
      2- São por bizarrices como essas que postam em blogs (ou blergs por ter uns conteúdos preconceituosos como esse) que muitos TPDs estão fazendo odonto e não fechando os laboratórios... é só olhar alguns exemplos que temos em nossa área...

      Excluir
    4. Escolhi odontologia por vocação e não lamento ter que atender um paciente meu a hora que for. Mas comparar trabalho de bancada com um procedimento feito num ser humano é simplesmente ridículo. Recomendo que faça odontologia também...

      Excluir
    5. Dispenso qualquer recomendações suas

      Excluir
    6. Então continue técnico em prótese dentária e seja muito feliz!!!

      Excluir
  10. se o protetico não é papel principal ele participa e muito se o trabalho não for bem feito o seu tb não vai ser pq vc não sabe fazer...vcs estrapolam moldam e a secretaria demora horas p vazar o alginato retrai mandam o modelo ai esta lá lindo adaptado ao modelo enviado vai instalar no paciente tharam....o aparelho não encaixa...a culpa é de quem ? é minha? eu tenho de repetir de graça? buscar e entregar de graça...tenha dó...muitos não sabem nem o que é necessario para se fazer uma protese um aparelho não mandam modelo antagonista nem mordida nem altura...temos de ser adivinhos,gastamos com impressos tabelas p serem preenchidas...muitos não colocam nem data...nem nada mandam enrolados em pédaço de jornal...gastamos com caixas de transporte vcs perdem mandam p outros lugares...se todo dentista pedisse uma tabela e lesse antes e tirasse duvidas antes pessoalmente com os donos do laboratorio muitos erros não aconteceriam...protetico não é evento principal,protetico é um profissional...e merece respeito...muitos por ai não são mas se vc é um bom dentista vai saber distinguir um do outro...
    recebemos de muitos mensalmente e não ganhamos nada a mais com isso..ganhamos sim atrasos no pagamento...viajam e não deixam o dinheiro,dão uma de esquecidos ,dizem que vão depositar e não depositam mandam voltar depois p retirar pagamento...protetico não é bola de ping pong...nem palhaço...assim como vcs contam com o dinheiro do paciente nos contamos com o de vcs...temos toda a dispesa do laboratorio funcionarios,temos contas p pagar como qualquer um....temos filhos,familia...protetico não trabalha por esporte...o pior ainda são os mal informados...p quem não sabe na arcada coloca-se o expansor que mais se adapta ao modelo p o aparelho não ficar grosseiro...e não incomodar o paciente..ai liga um DENTISTA e diz então preciso que vc refaça aquele aparelho de 4 meses atrás pq a mordida não descruzou...e eu com isso a culpa é minha?é p fazer de novo eu faço mas vou cobrar...é o justo...vc conserta alguma restauração de graça vc dá garantias do que vc fez sem saber o que a pessoa fez p causar? sinceramente muitos são folgados ,desinformados,malcriados...o pagamento do protetico não esta condicionado a instalação da protese no paciente fizemos serviço p o dentista não p o paciente então a responsabilidade em pagar é do dentista..não temos nada a ver com o tipo de pagamento que o cliente lhe fez...é problema do dentista...trabalho entregue é trabalho pago..o combinado não sai caro p ninguém..respeito é bom e todo mundo gosta...se vc quitar sua conta na data acertada e pagar n o ato da entrega com certeza não vai ter problemas...se tiver mesmo fazendo sua parte mude de laboratorio pq o problema ai não vai ser sua conduta vai ser o profissional que lhe atende pq existem bons e ruins basta saber escolher e respeitar as regras do laborátorio..não somos lixo somos profissionais...fazemos uma simples moldagem muito melhor do que muitos de vcs...respeitar o proximo é respeitar a si mesmo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você. Existem maus profissionais que não tratam os protéticos com a consideração e o respeito que merecem!

      Excluir
    2. Conselho: Mantenha o anonimato, pois protético moldar um paciente é exercício ilegal da profissão. Dá cadeia...

      Excluir
  11. pagar em 4 x? é muita cara de pau...ainda não estipular o valor das parcelas? é muita folga vc não acha? é absurdo o que vc e muitos propoem... vai me pagar em 4 vezes então vou entregar o trabalho dividido em 4 pedaços ...simples...seja dinheiro cheque com algo temos de sair do consultorio e no valor total....ser protetico não significa estar acostumado a passar fome....reveja seus conceitos...!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que cara de pau? Quando você vai comprar uma televisão e parcela a compra, mesmo num carnê, não leva ela inteira? Deixe de ser obtuso e reveja seus conceitos! Uma relação profissional requer ajustes e acordos e ninguém vai ficar "passando fome"...

      Excluir
  12. Realmente tenho que concordar contigo, pois o que disse tem muita coisa verdadeira. Quando me refiro a protético de fundo de quintal é porque é dessa forma que o profissional tem seu laboratório em casa. Estrutura improvisada, tudo muito sujo e feio. Já testemunhei alguns laboratórios assim. Também tem "dentistas fundo de quintal". São protéticos querendo exercer ilegalmente o trabalho do dentista (já vi alguns serem presos por exercerem ilegalmente a profissão), como também dentistas formados trabalhando em clínicas populares praticando uma odontologia do século passado.
    Quando fiz minhas colocações não defendo dentistas ruins tecnicamente nem os inescrupulosos ou desonestos, pois esses profissionais denigrem a profissão. Refiro-me a uma relação saudável dentista/protético.
    Já disse que alguns protéticos sempre tem a impressão de que o dentista está nadando em dinheiro e que o protético é o pobre coitado. Comumente o profissional de nível superior tem uma remuneração melhor do que o profissional de nível técnico. Na odontologia os protéticos estão em pé de igualdade com a maioria dos dentistas no que tange remuneração.
    Defendo a tese de que o laboratório de prótese tem que parcelar pagamentos de comum acordo com o dentista.
    Defendo também que reveja sua atitude arrogante pelo simples fato de que sou seu cliente. Não quer aceitar as condições do cliente ele vai procurar outro laboratório para trabalhar. E olha que não falta laboratório de prótese por aí...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe Dr. mas o senhor não defende tese, o Sr impõe sua opinião a partir do momento que se expressa que o laboratório "...tem que parcelar". Acredito que o Sr esteja equivocado. Ao pensar que todo dia o Sr mande trabalhos para um laboratório e atenda diversos pacientes por semana, sendo assim recebendo adiantado a consulta ou a primeira parcela do trabalho a ser executado no laboratório... Pq já não acertar parte do trabalho no envio?

      Aliás há uma certas prepotência falar que é cliente e que tem vários outros laboratórios por aí que aceitam SUAS condições.

      Pesquisei seu perfil no facebook e temos muitos amigos em comum... Acredito que o Sr não trataria assim um Ângelo Rosset, Walker Angeloni, Murilo Calgaro, kim ... Aliás,acredito que o Sr não seria um perfil de cliente de alguns bons laboratórios que conheço.
      Grande abraço

      Excluir
    2. David Albuquerque, por que tão agressivo? Por que tão interessado em mim? Fico até preocupado...
      Como já disse anteriormente, você tem um grave problema de interpretação de texto. Precisa de ajuda nisto...
      Vou descrever didaticamente o que eu faço com os laboratórios que trabalho: Ao mandar um trabalho muito extenso, peço um orçamento do laboratório, proponho um parcelamento de acordo com a complexidade e tempo de confecção. Se eu receber à vista pago a vista, se receber com cheque pré já adianto uma parte e se receber com cartão pago a parcela a medida que receber as parcelas. Aprecio todos os protéticos que você mencionou, mas prefiro trabalhar com laboratórios mais perto do meu consultório. Tem muita gente competente por aqui...

      Excluir
    3. Não estou nada agressivo Dr... eu ainda nem falei um palavrão como em outros posts que já li,rsrsrsrs....Além de apreciar esses técnicos... alguns são amigos... como o Angelo e o Walker...e cito outros, Gelson Toledo, Professora,amiga e colega Shirley kayaki assaoka... se houvesse gente competente, como agora o Sr diz... esse post não existiria...não concorda? Eu vim nesse blog por indicação de um aluno meu... Sim sou formador de opinião e como deve perceber... não estou aqui pra ofender ninguém..mas o Sr fala uma coisa no post... depois fala outra nos comentários... agora quando não tem argumentos concisos o Sr diz que eu tenho0 problemas... Eu nem vou mais debater com o Sr... porque o que eu percebo é que somente e única e exclusivamente o Sr é o dono da razão. espero que o Sr reveja seus conceitos e suas atitudes com outros profissionais... afinal foi ao Sr que colocou esse post em seu blog... então concordando ou não, não será dessa forma que o Sr mudará alguma coisa... O Sr percebe isso?Enfim, não responderei mais nenhum comentário que é perda de tempo..porque eu sei que um profissional de alto nível não dá desculpas ou criticam em blogs como esse... eles sentam com o técnico e ambos resolvem as dificuldades.Abraço

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. David, o objetivo deste post é lançar em discussão um problema que ocorre com a classe Odontológica e que todos empurram pra baixo do tapete. Dentistas e protéticos ficam insatisfeitos e não vivem uma parceria sadia. A discussão está aí e todos podem participar. Não me acho "dono da verdade", pelo simples fato de que cada um pode dizer o que quer e forma que quer sem nenhuma censura prévia. Você sabia que poderia colocar uma censura prévia no meu blogue? Você sabia que poderia deletar todos os seus comentários? Não faço isso porque não sou dono verdade e a Internet é democrática! Você com seu laboratório de 1 milhão de reais é que é intransigente!

      Excluir
  13. Já vi laboratorios de fundo de quintal como vc diz que são muito mais limpos que muitos consultórios não é pq alguém trabalha em casa que tem de deixar de ser ético e limpo...comecei assim e no meu não havia nada disso e gças a ser assim eu cresci...tenho um gde laboratorio gdes clientes..não tenho problema nenhum com a maioria mas sempre tem um folgado ... vc não pode generalizar ofender as pessoas deste jeito...nem todos tiveram a chance que vc teve.em poder estudar..muitos tem pais doentes família p sustentar e trabalham como podem mas nem por isso são sujos desorganizados..nem todos são o lixo que vc diz...vc se acha tão superior...com nível superior..deveria por a mão na consciência e rever seus conceitos sua forma de pensar e agir e medir suas palavras...pare e pense na sua forma de pensar na forma em que quer conduzir suas finanças beneficiando vc seu cliente e ferrando o protético,para os mal informados o banco faz antecipação de créditos o cliente passou o cartão hoje vc recebe amanha é so negociar com o gerente datas e txs e não tem muito a perder...valores irrizorios...existem muitas formas de trabalhar com cartão se o cliente lhe pagou 200,00 em 4 x vc vai receber a cada 30 dias 50,00 reais então qdo o protético chegar pague a ele 4 cheques de 50,00 reais pq com cheques pagamos dental, negociamos...se ele aceitar pq sinceramente sua forma de trabalhar acho que muitos laboratórios não aceitam...a não ser os de fundo de quintal que mal sabem esculpir um dente ou dobrar um fio que montaram laboratório por montar sem estudo sem ética... o que não ficaria bem p vc que tem nível superior e ganha mais que nós...muitos proteticos sabem muito mais do que muitos dentistas....que acham que o protético tem de se curvar p eles...não é assim ninguém nada em dinheiro todo mundo trabalha pq precisa respeite as regras do laboratório com o qual quer trabalhar e ele vai respeitar as suas ou então entrem num acordo...agora vc querer impor...desculpa dizer mas o arrogante é vc...fazemos de tudo para manter o cliente agora financiar trabalhos já é demais assim como dependo de dentistas os dentistas Tb dependem de mim...ou por acaso vcs sabem fazer as coisas SIMPLES que fazemos ¿ não ! não sabem assim como existem milhões de laboratórios existem milhões de dentistas que respeitam o profissional com o qual trabalham...ninguém tem de aceitar aquilo que vc quer isto é um absurdo cada um tem suas regras. gostou bem...não gostou procura outro simples assim...trabalho para professores renomados que utilizam meus trabalhos em seus pacientes,na faculdade p dar aula,que me pedem opiniões e que me pagam na hora em dia..até adiantado... isto mostra como eu sou arrogante e injusto....tente viver um mês como protético...e veras que não existem vitimas ou culpados existe apenas a falta de respeito,humildade...ajuste de ambas as partes,comunicação, reconhecimento e valorização ! vcs precisam comer pagar contas funcionários fazer uma previsão de orçamento e nos proteticos¿ não precisamos tb¿ analise os laboratórios...sente com o dono e proponham um acordo para ambas as partes..o combinado não sai caro p ninguém,nem gera prejuizo ou frustrações..protetico não é um coitado é um profissional que estudou e batalhou p estar ali e sabe bem o que faz e o valor do que faz...se quer um bom profissional...respeite-o e o terá sempre ao seu lado,se não respeita-lo com certeza terá os problemas que tem,existem protéticos e Proteticos,assim como existem dentistas e dentistas que pensam como vc.Ninguém é melhor do que ninguém...todo mundo morre e vai p o mesmo lugar debaixo da terra,o que nos diferencia uns dos outros e nosso caracter nossa forma de pensar e gair com o próximo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de não concordar com sua opinião para comigo, pois em nenhum momento denegri a classe protética. Só defendo a tese de que precisamos ter um relacionamento comercial sadio. Esse complexo de inferioridade que alguns protéticos têm dificultam essa relação, pois pensam que o dentista sempre está querendo levar vantagem. Realmente não sou melhor do que ninguém. Prova disso, é que seu comentário está publicado na íntegra e todos podem expressar suas opiniões. Se sua opinião não fosse relevante eu já teria deletado do meu blogue!

      Excluir
    2. Deveriam era se juntar e me fazer uma caridade ,estou tāo precisada tanto do dentista,quanto do protetico rs,estou sem condicões nenhuma de utilizar o serviço dos senhores meus queridos rs
      Abraços

      Excluir
  14. se quer uma relação saudavel,justa,,,sentem conversem se respeitem ai ninguém se ofende,o trabalho não piora e o pagamento não atrasa....NÃO FICA RUIM P NINGUÉM...
    E NÃO GENERALIZE POIS NEM TODOS AGEM DA MESMA FORMA....
    BONS NEGÓCIOS E SAÚDE P VC !

    ResponderExcluir
  15. Pelo que li, estamos falando as mesmas coisas de maneira diferente.
    Hoje uso o princípio básico do consumidor: Não me atendeu bem procuro outro laboratório. Simples...

    ResponderExcluir
  16. O que realmente falta nesse mercado é a consciência de que ambos necessitam um do outro .
    Protético não é apenas uma peça de decoração no consultório, é ridícula a sua comparação , não é mais nem menos importante do que qualquer um que faça parte do seu corpo clinico. É lógico que estudou , investiu muito tempo e dinheiro na sua carreira , e com a grande maioria dos protéticos não é diferente . Existem laboratórios no brasil com investimentos tão altos , em tecnologia e capacitação de profissionais , que muitas clinicas renomadas não tem , nem se quer sonham ter.
    Portanto , não deveria desvalorizar o trabalho de ninguém . Imagino que muitos desses laboratórios os quais o senhor firmou parceria , devem ter muito o que dizer a seu respeito.
    Toda prestação de serviço , deve ser firmada antes , só assim , todos sairão satisfeitos. Laboratório de prótese dentária é uma empresa como outra qualquer , existem regras , formas de pagamento , e aceita quem quer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Estamos falando a mesma língua. Quero deixar bem claro que não quero nivelar por baixo os laboratórios de prótese e nem quero que os dentistas sejam nivelados por baixo também!

      Excluir
  17. Conheço bem o tipo desse DR: ... Na verdade quando aparece algum cliente deste jeito eu dispenso na hora. Eu hein !
    Vai passar a vida inteira procurando protético perfeito... Mas esquece de se ver no espelho >!
    Se o DR: é tão superior, talvez a solução seria você mesmo fazer suas próteses...
    Chamo esse tipo de DR de" AFUNDA LABORATÓRIO" você deixa de fazer os trabalhos para clientes bons e acaba se dando mal, só para satisfazer o DR conceito, adaptado as mudanças de crédito.
    Dica protéticos..Se tiver um cliente AFUNDA LABORATÓRIO , faça um favor ao seu laboratório.! Elimine-o de seu cadastro, será uma benção, muitas coisas boas irão acontecer, pode acreditar. Aconteceu comigo!

    Não vamos deixar os "DR SUPERIORES" ditar como devemos trabalhar, ou como devemos receber... Eles mandão no seu consultório e no QUINTAL dos outros deixa por conta do dono.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo. Cada um no seu quadrado. E numa relação comercial sadia as duas partes envolvidas devem ganhar igualmente. Com esse seu complexo de inferioridade não poderíamos firmar uma parceria. É muito chato...

      Excluir
  18. idem amigo é bem isso msm, e assim trocando de laboratórios os dentistas 71 vão tentando dar calote e de calote em calote ficam ricos e cheios de dim dim nas suas contas bancarias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente você é um protético desqualificado, pois não consegue fidelizar um dentista cliente...
      Alguns tratamentos só aceito pagamento à vista e o cliente paga. Trabalho com laboratório que, dependendo do tratamento, só aceita pagamento à vista. Eu presto um bom atendimento ao cliente e o laboratório me atende com a qualidade e a urgência que necessito. Simples assim...

      Excluir
  19. Dr Rogério nem a vista nem a crédito !

    Triste e lamentável sua visão de parceria. Quando ninguém é capaz de nos satisfazer será que o problema não somos nós mesmos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalho com alguns laboratórios e estamos satisfeitos um com o outro. Se não sabe discutir um problema notório, então porque está aqui?

      Excluir
  20. Dr. Rogério, acho que devemos sempre ouvir nossos clientes, sempre a espaço para aprender mais. Cada cliente tem uma forma de pensar. Estes comentários me interessam, sou administradora de um laboratório e todo comentário soma. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí! Um ser pensante faz muito bem por aqui...

      Excluir
  21. Ta explicado por que troca muito de laboratório . Dessa forma q vc trabalha no máximo que vai achar e um pieiro q acha q e Protetico . Pois um técnico de verdade " já mais " iria concorda com essas suas condisoes .passe a pagar correto seu Protetico dai vc vai começar a ver as coisa mudar.. E outra coisa quero ver qual o dentista q consegue viver de canal e restauração , portando sem o Protetico vc morreria de fome. Nada mais justo que um pagamento correto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que concordar com o comentário feito abaixo pelo colega Ricardo. É por causa desses sujeitos obtusos que a relação dentista e protético está tão desgastada...

      Excluir
  22. O "protético" em questão fala tanta merda q não tem coragem nem de se identificar. Triste...
    Sou Protesista, Periodontista e Implantodontista. A cada trabalho que envio ao laboratório estudamos a maneira como vai ser feito o pagamento, se for a vista e antecipado, foi porque recebi dessa forma, concedendo desconto para o paciente, dessa forma, peço desconto também. Se vou receber parcelado, peço parcelamento, se for pra convenio e for receber em 60 ou 90 dias, peço prazo. Agora, se o laboratório não aceitar, problema do laboratório, que vai perder um cliente que manda apenas "filet mignon" pra ele: preparos e moldagens tão caprichados que fica fácil de trabalhar e ganhar dinheiro. Implantes bem posicionados. Dentista que afunda laboratório é aquele que manda moldagens ruins, preparos péssimos, que gera repetições e dificuldade no trabalho, esse sim dá prejuízo: perde-se tempo e material, viagens... e pior: cobra a mesma coisa que cobra do dentista caprichoso! Para e pensa!!! E tem outra: tem que dar garantia sim! É direitodo consumidor! ou suas soldas são todas perfeitas? Tua fundição não tem bolhas? tua usinagem é impecável? tua porcelana não contamina nada...Pra cima de mim não jacaré! Esse "protético" anonimo não sabe bosta nenhuma de relacionamento, de pessoas de qualidade! É um perfeito IDIOTA. Mandar trabalho pra ele nem de graça! PALHAÇO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensava que era uma voz solitária clamando no deserto da mediocridade. Finalmente um colega que trabalha e pensa como eu. Parabéns por suas palavras Ricardo!!

      Excluir
    2. Vou responder pela ripidez do Dr. Sushi... Parabéns pelo trabalho de qualidade que executa... Mas graças a Deus o Sr não é o único que trabalha assim.

      Excluir
  23. Não apenas no ramo odontológico,mais na vida do ser humano,um precisa do outro,ninguém seria nada sozinho.

    Dentistas e protéticos andam de mãos dadas,um depende do outro para viver,dentistas de pacientes e protéticos de dentistas.

    Sejamos coerentes,humanos,pois lidar com o próximo não é fácil,sempre cabe um pouco de bom senso entre ambos,afim de que possamos trabalharmos de forma honesta e justa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo e com suas palavras elucidativas. Se trabalhar no Rio de Janeiro entre em contato comigo: contato@rogerioboelter.odo.br

      Excluir
  24. dentista mal pagador sempre tem desculpas.sou protético advogado, contrariando sua escala minha massa cinzenta funciona muito bem . Mais identifico muito esse tipo de dentista mal pagador.

    ResponderExcluir
  25. Olá, pessoal! Sou dentista há 23 anos, especialista em OFM, DTM e Saúde Pública. Minha esposa é protética, então, temos uma clínica com laboratório próprio especializado em aparelhos ortopédicos e ortodônticos. Por conta disso, estou conhecendo e aprendendo muito sobre esse outro lado da odontologia. Se me permitem, a discussão não deveria ser entre CDs e TPDs, mas sim das relações profissionais e prestação de serviços. Concordo que o recebimento dos pagamentos aos laboratórios possam ser feitos parcelados sim. Tudo depende de como combinamos. O TPD precisa deixar bem claro como trabalha e fazer com que o CD cumpra com o combinado, assim não sai caro pra ninguém, Por outro lado, o TPD precisa entregar no prazo e qualidade combinados, como em qualquer relação de prestação de serviços. Mas agora que estou a par do dia-a-dia dos TPDs, vejo que tem muito CD nó cego ou muito malandro. Tem uns que querem dar um "migué" no laboratório, mas quebram a cara quando falo que sou CD e especialista nisso ou aquilo, que sei do que estou falando... Minha esposa TPD fica estressada quando CD liga dizendo que o aparelho não adaptou na boca. Mas eu simplesmente pego o modelo e verifico a adaptação no modelo. Pô, é só pensar um pouco. O serviço do TPD precisa estar bem adaptado ao modelo e ponto final. Se foi finalizado assim, o CD tem que pagar e pronto! Ou seja, se não adaptou na boca, obviamente é por causa da moldagem. Acontece que nunca é erro do CD, não é mesmo? Pois é, e às vezes não é mesmo! Percebemos que entre a moldagem do CD e o TPD, muitas vezes nos deparamos com uma vazagem de gesso feito pela ACD... então é mais um fator pra entrar na história... Por outro lado, já vi muito serviço ruim de prótese por aí, TPD atrapalhado, que parece que não quer perder nenhum trabalho de ninguém, mas nunca dá conta do prazo, e quando consegue entregar no prazo, vem tudo errado. Ou seja, sou mais um a repetir que existe maus profissionais em todas as áreas. No nosso laboratório, esse tipo de CD não nos interessa e eu, como dono do lab, não faço questão nenhuma de manter um cliente desses. Os mais de 20 anos de estrada me deram a tranquilidade também de selecionar alguns maus pacientes, ou seja, pacientes maus pagadores, que não reconhecem o nosso trabalho, etc. Sugiro aos Srs que dedicaram um tempinho para escreverem suas opiniões, que conversem muito com seus clientes ou seus colaradores, que combinem muito bem as normas do serviço contratado, que presem sempre pelo melhor relacionamento possível. Que o estresse de nossas profissões seja apensa a resina que deu bolha ou aquele dente impactado. Que o nosso amor pela Odontologia, seja pelo TPD ou pelo CD esteja acima de todo e qualquer tipo de relação comercial. Lembrando que às vezes, faz parte de quem está no comércio, seja um laboratório ou consultório, recebermos um calote, perdermos um cliente. Não dá para ganhar de 10 X 0 sempre, não importa de qual lado os senhores estejam... portanto, estejam do mesmo lado! Uma grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taí um profissional que conhece os dois lados. Penso que essa discussão chega a um final em alto estilo!

      Excluir
    2. Uma bela resposta, serve para uma reflexão de mão dupla - CD x TPD.

      Excluir
  26. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  28. Olá. Sou psiquiatra e li estas postagens por acaso, pois meu marido é químico e vai iniciar o curso de protése dentaria. Posso dizer que os comentários foram muito úteis, principalmente pela dificuldade em aliar a prestação de serviço na área da saúde / estética bucal e as questões comerciais. Boa noite, Alessandra Sanches Gonzales. CRM 87047

    ResponderExcluir
  29. Olá. Sou psiquiatra e li estas postagens por acaso, pois meu marido é químico e vai iniciar o curso de protése dentaria. Posso dizer que os comentários foram muito úteis, principalmente pela dificuldade em aliar a prestação de serviço na área da saúde / estética bucal e as questões comerciais. Boa noite, Alessandra Sanches Gonzales. CRM 87047

    ResponderExcluir
  30. SOU TPD E TRABALHO COMO AUTONOMO HA 10 ANOS, E INICIEI NA PROTESE HÁ 20 ANOS! VISUALIZEI TODOS OS COMENTÁRIOS DESCRITOS ACIMA E LOGO CHEGUEI A CONCLUSÃO QUE UM DOS MAIORES E O PRINCIPAL MOTIVO É A QUESTÃO FINANCEIRA !
    DEVEMOS MENCIONAR QUE REALMENTE O CLIENTE NÃO É O PACIENTE,POIS SE FOSSE ESTARIAMOS NA CONDIÇÃO DE CD. ESTUDAMOS PRA RESOLVER A OUTRA PARTE DO PROBLEMA, E ESCOLHEMOS ISSO POR VOCAÇÃO E/OU VONTADE PRÓPRIA, POIS QUEREMOS A LIBERDADE DE SER DONOS DO PROPRIO NARIZ SEM PATRÃO OU GERENTE/ ENCARREGADO OU AFINS.
    NO QUE TANGE Á RESPEITO SOBRE COMO O LABORATÓRIO DEVE COBRAR OS SERVIÇOS PRESTADOS, CABE O MESMO ANALISAR SE ELE QUER SE COMPORTAR COMO EMPRESA OU AUTNOMO, SENDO QUE DAS DUAS FORMOS TEM QUE TER SUA ORGANIZAÇÃO RESPALDADA EM ATENDER O CLIENTE "CD" NO SEU MELHOR, POIS SENDO ASSIM A LÓGICA DE PARCERIA REALMENTE SAUDAVEL!
    COMO HOJE TEMOS VARIOSE VARIOS LABORATÓRIOS DESDE GRANDES EMPRESAS E AUTONOMOS VALE FRISAR QUE CADA UM É UM UNIVERSO, E SENDO ASSIM CADA UM DOS SEUS CLIENTES TAMBÉM É UM UNIVERSO, POIS QUANDO UM LABORATÓRIO EMPRESA SE ORGANIZA EM TODOS OS ASPECTOS, PRINCIPALMENTE NA QUESTÃO FINANCEIRA ESSES TEM MAIOR POSSIBILIDADE DE CRESCIMENTO SENDO QUE ESTE USA DE FERRAMENTAS ONDE QUER SEJA RECEBIMENTO Á VISTA OU PARCELADO CONSEGUEM ATINGIREM SEUS OBJETIVOS, E MESMO O PEQUENO AUTONOMO TAMBÉM CONSEGUE SE ORGANIZAR NESSES PRINCIPIOS, BASTA UMA DOSE DE ORGANIZAÇÃO, DISCIPLINA E COERENCIA EM SE TRATAR DE NEGÓCIOS COM OS CLIENTES!ENTENDEMOS QUE O QUE SE GASTA EM RELAÇÃO AO PROTETICO, É MUITO MAIS ONEROSO PARA O CD SIM,POIS ELE ALMEJOU ISSO, A POSSIBILIDADE É DELE, ELE QUE TEM QUE RESOLVER A BUCHA QUE MUITOS DE NOS NÃO QUERIAMOS NEM SE PREOCUPAR!
    DEVEMOS COLOCAR EM QUESTÃO TAIS CIRCUNSTANCIAS SOBRE COMO DEVE SER COBRADO TAIS SERVIÇOS PRESTADOS!
    ASSIM SENDO NÃO DEVEMOS GENERALIZAR QUE TODOS OS CD's ESTÃO NO MESMO PADRÃO DE RECEBIMENTOS, VALORES DE SEUS SERVIÇOS PRESTADOS AOS PACIENTES E QUE TODOS OS PACIENTES TEM O MESMO NIVEL SALARIAL E/OU EMPREGO.
    TEMOS QUE ESTAR ATENTOS ONDE NÃO DEVEMOS NOS COLOCARMOS COMO TPD's COITADOS E CD's QUE SÃO INTOCAVEIS DA SITUAÇÃO, POIS A MAIOR CULPA DE TODO ESSE JOGO SEMPRE VAI SER A ECONOMIA ONDE OSCILA, MUDA E NÃO AVISA! COM ISSO TODOS SÃO GOLPEADOS MESMO SEM AVISO PRÉVIO! COERENCIA TEM QUE COMEÇAR A FAZER PARTE DO NOSSO OBJETIVO PROFISSIONAL DE PODER SE ADAPATAR SEMPRE AS MUDANÇAS ONDE AFETA PRIMEIRAMENTE O PACIENTE E ACABA POR ABALAR O RESTANTE DO TIME QUE PRECISA SE ADAPTAR AS IMPREVISIBILIDADES E EXIGENCIAS! POR ISSO OS LABORATORIO ONDE ATINGIRAM SEU PATAMAR MAIS ALTO, ATRAIU SOBRE SI OS POTENCIAIS CLIENTES QUE BUSCAM AQUELE OU ESSE TIPO DE TRABALHO ONDE SE ADAPTARAM COM O MESMO EM TODOS OS SENTIDOS PRINCIPALMENTE NO QUESITO FINANCEIRO ! E NADA QUE IMPOSSIBILITE TAMBÉM O PEQUENO AUTONOMO ! TEREMOS QUE APRENDER SEMPRE NOS ADAPTARMOS POIS A GLOBALIZAÇÃO É UMA DAS MAIORES RESPONSAVEIS POR TODAS AS MUDANÇAS QUE AFETAM A TUDO E A TODOS !
    PESEMOS A RESPEITO !!!!

    UM ABRÇO A TODO !!!

    MARC'ELO OLIVEIRA

    ResponderExcluir
  31. Boa Tarde
    Na minha experiência profissional, trabalhei, trabalho com cirurgiões dentistas especializados, não especializados.
    O que ocorre no ponto de vista técnico, alguns dentistas gostam e trocar idéias e informações, outros nem pensar.
    Trabalhamos com moldagens e já vi de tudo. Afastamento gengival, moldagem total correta, material de qualidade, relação de mordida, antagonista, está dificil.
    Infelizmente há aqueles que usam o laboratório de má fé.
    Nossos gastos e responsabilidades financeiras são mensais.
    Vejo muito dentista dizer que não pode acertar por isso e aquilo, todavia, saem em viagens internacionais, trocam sempre seu carro, o laboratório pode esperar.
    Eu entendo que, os serviços prestados pelo laboratório, existe custos, gastos, materiais,encargos, transporte , impostos e por aí vai, o preço é calculado à vista mesmo. Então, os laboratórios deveriam ter tabelas com preços à vista, com preços financiados, aí justifica a espera de pagamentos. O Dentista pode negociar seu trabalho, certamente tem meios de aguentar um financiamento do tratamento, agora os laboratórios não. Acho então que nos contratos de prestação de serviços, deve haver uma clausula, estabelecendo as formas de pagamento.
    Atualmente, vejo o seguinte, quem quer fazer direito faz e que quer ser honesto, é.
    Acredito que o laboratório dessistimula-se perante clientes que não pagam, dando preferência aos que respeitam seus trabalhos e seus os prazos, por essa razão e razões técnicas, o seu gráfico está correto.

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...