sábado, 4 de dezembro de 2010

Mau hálito na mitologia - Hidra de Lerna


A Hidra de Lerna era um animal fantástico da mitologia grega, filho dos monstros Tifão e Equidna, que habitava um pântano junto ao lago de Lerna, na Argólida, costa leste do Peloponeso. A Hidra tinha corpo de dragão e nove cabeças de serpente (algumas versões falam em sete cabeças e outras em números muito maiores) cujo hálito era venenoso e que podiam se regenerar.

A Hidra foi derrotada por Héracles (Hércules, na mitologia romana), em um de seus doze trabalhos. Inicialmente Hércules tentou decepar as cabeças com uma foice, mas a cada cabeça que cortava surgia pelo menos mais uma no lugar. Decidiu então mudar de tática e, para que as cabeças não se regenerassem, pediu ao sobrinho Iolau para que as queimasse com um tição logo após o corte, cicatrizando desta forma a ferida. Sobrou então apenas a cabeça do meio, considerada imortal. Héracles segurou a Hidra com uma das mãos e com a outra ergueu um enorme rochedo, com o qual esmagou a última cabeça. Assim, o monstro foi morto.


Durante algumas consultas ao examinar alguns pacientes consigo ter uma noção do sufoco que Hércules passou com o bafo da Hydra...

2 comentários:

  1. kkkkkkkkk essa foi boooa!

    ResponderExcluir
  2. adoro ess st!!! ele d informaçoes e tem senpre uma piadinha boa no fnal...

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...