segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Estratégia dissimulatória do dentista

O dentista é um bicho muito estranho. Normalmente passa a vida toda só, tendo contatos esporádicos durante o dia com os bichos chamados pacientes e à noite com os bichos chamados família. Não se sabe as razões que o levaram a ter ojeriza pelo convívio social, mas ele sempre prazer em viver dessa maneira...
Ele tem um território definido, que é chamado de consultório ou clínica. Lá procura ser o dominante. Se não for procura de todas as formas conquistar um território que seja só seu. Quando consegue procura levar o maior número de bichos pacientes consigo. De preferência quer arruinar o antigo território onde não era dominante. "Lá era um lugar de exploração.", diz ele. Hoje já existe a figura do bicho dentista empregado, mas é considerado um bicho dentista de segunda categoria pela avaliação dos bichos dentistas dominantes. Na verdade, são meio frustrados. O sonho deles é serem bichos dentistas dominantes...
Quando o bicho dentista conquista seu território ele usa de estratégias para dissimular a importância que ele tem, a fim de que outros bichos dentistas não fiquem de olho no seu território. A principal estratégia dissimulatória utilizada quando outro bicho dentista pergunta como está seu consultório, é a seguinte frase: "A coisa tá difícil" ou "tem muito trabalho e pouco dinheiro" ou "já se passaram o tempo das vacas gordas" e frases semelhantes. Pode o consultório estar rendendo muito, com uma boa lucratividade, mas ele sempre vai dizer para outro bicho dentista que o consultório não vai bem. 
Fico a pensar porque o bicho dentista age dessa maneira, mas não encontro resposta...

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...