sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Lembranças da Faculdade 1 - Anjos e Demônios

Como estou sem idéias para novos posts, resolvi revirar o baú de minhas memórias e redescobri acontecimentos importantes, engraçados e marcantes de minha vida acadêmica e de recém formado. O caso que vou narrar aqui aconteceu em duas etapas: A primeira foi quando estava no primeiro período e a outra quando estava recém formado. Esse caso é sobrenatural, daí o título do post. Mas, vamos aos acontecimentos...
Estava no primeiro período e a disciplina de anatomia da cabeça e pescoço era "paulera", detonava geral. Como não queria dar mole estudava direto. Fizemos um grupo de estudos, mas faltava um crânio para que pudéssemos estudar a anatomia óssea mais detidamente. Um colega tinha contatos num cemitério, conseguiu 2 crânios limpos e emprestou um para mim. Peguei o crânio e levei para casa. Antes de usá-lo resolvi limpa-lo mais, coloquei o crânio dentro de um balde com água sanitária e coloquei o balde num canto da área de serviço. Na mesma noite, pela madrugada, acordei sobressaltado, pois tinha a sensação de que havia alguém dentro de casa. Minha mulher estava dormindo e não percebeu nada, só acordando quando me levantei e fui verificar se havia alguém dentro de casa. Estava tudo normal e voltei a dormir novamente. No dia seguinte tive a mesma impressão e nos dias subsequentes idem. Estava preocupado (e um pouco amedrontado), pois não conseguia  ter uma noite tranquila de sono. Conversei com o colega que me deu o crânio a respeito desses acontecimentos e ele disse que estava tendo a mesma sensação em sua casa. Como este colega era espírita praticante, resolveu consultar o pai de santo do Centro Espírita de Umbanda a respeito e me trouxe uma revelação surpreendente. Disse que aqueles crânios pertenceram a 2 índios e os espíritos dos índios queriam que os crânios voltassem para o cemitério de onde meu amigo retirou. Por isso é que estavam nos incomodando. Impressionado devolvi o crânio e meu amigo entregou os dois no cemitério de onde havia conseguido eles. Acredite se quiser: Eu e meu colega nunca mais tivemos aquela sensação de ter uma pessoa estranha dentro de casa na madrugada...
A outra etapa aconteceu quando estava recém formado. Já estava com consultório montado e caçando clientes. Não tinha hora certa. Atendia 2 clientes por dia às vezes, sendo que um de manhã e outro à noite. Nesse dia saí do consultório tarde, e minha mulher pediu para ir a um mercado 24 horas antes de ir pra casa para fazer compras. Fui ao mercado e fiz as compras. Na época tinha uma pick up S-10 cabine simples. Como as compras não davam na cabine, resolvi colocá-las na caçamba. Após colocar todas as compras na caçamba fui embora e não percebi que deixei dentro do carrinho de compras minha pasta com dinheiro, documentos e cartões de crédito. Eram cerca de 23 horas e o carrinho ficou no meio do pátio com a minha pasta. Não era muita coisa, mas ia dar um bom lucro em mãos indevidas. Só me dei conta do meu erro quando cheguei no estacionamento do prédio onde morava. Mas que depressa saí com o carro disparado em direção ao supermercado que ficava distante cerca de 500m. Chegando lá, fui direto no lugar onde havia deixado o carrinho e lá estava um homem de cerca de 60 anos parado me esperando. Quando parei o carro ele disse que estava me esperando, pois havia achado a pasta e deixado com o segurança do mercado. Rapidamente agradeci e fui pegar a pasta como segurança. De posse da pasta intacta retornei para mais uma vez agradecer, mas cadê o homem? Inexplicavelmente ele havia desaparecido! O estacionamento era muito amplo para ele desaparecer rapidamente e não havia saído nenhum carro naqueles instantes.
Nestes dois episódios sobrenaturais me deparei com duas forças; A primeira maligna, opressora e a segunda protetora...

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...