terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do Amigo


Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir
Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração
Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

Não dá para falar dá para se falar do Dia do Amigo sem mencionar a "Canção da América", de Milton Nascimento. Dentre os vários poemas que tratam de amizade, considero este o mais bonito e emocionante de todos.
Nestes últimos meses conquistei novos amigos da blogosfera. Uns incentivam, outros orientam, outros corrigem conteúdo, outros comentam e outros simplesmente lêem o que escrevo. De qualquer forma sou muito grato pela amizade de vocês. Alguns nunca vi pessoalmente e, certamente, não verei jamais por causa da distância, mas tenho um carinho por todos vocês. Ao lerem este post sintam-se carinhosamente abraçados. Feliz Dia do Amigo!!

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...