domingo, 6 de junho de 2010

50 Segredos do seu dentista para você - Parte 6

...Continuação

"Dentes desalinhados ou ausentes podem provocar dor na articulação temporomandibular e na coluna cervical, além de prejudicar a mastigação e o processo digestivo, que começa pela boca". Sarina Maliki.

"Sabemos que a saúde bucal influencia diretamente na saúde geral. Mas o contrário também é verdadeiro. Por exemplo, um dos sinais de diabete não controlado é a gengivite. quando fazemos coletas do sulco gengival de pacientes comprovadamente diabéticos ou pré-diabéticos podemos descobrir bactérias patogênicas que influenciam o estado glicêmico e prejudicam a saúde sistêmica do paciente. assim, conseguimos tratar com mais segurança a periodontite (perda óssea em torno dos dentes) e minimizar a ação agressiva do diabete no corpo" Jorcelino dos Santos, Niterói (RJ).

"Algumas pacientes chegam com fotos de celebridades e dizem: "quero ficar igual a ela." E eu penso: você não pode ter um sorriso igual ao da Angelina Jolie, porque o seu rosto não combina com aqueles dentes". Gerson Oliveira, Bom Despacho (MG).

"Os dentes ficam mais brancos quando ressecam. alguns dentistas prometem que seu trabalho no consultório deixará os dentes quatro tons mais claros. Mas, depois de ficar uma hora de boca aberta, os dentes do paciente já ficam alguns tons mais claros só por causa da desidratação. Não se pode prometer ao paciente que seu dente ficará tantas vezes mais branco. o resultado vai depender da idade da pessoa e do próprio dente". Claudia Cabrini Pinto De Lucca.
o tratamento clareador é um dos procedimentos odontológicos menos previsíveis, ou seja, não sabemos com exatidão como ficará o resultado final, que muda de pessoa para pessoa. Temos que ser honestos com nossos clientes para evitarmos problemas...

"O que mais escuto no consultório é: "Doutora, eu morro de medo de dentista!". Tudo seria menos traumático se houvesse a visita regular e o correto cuidado com a saúde bucal. Talvez se a população não esperasse ter dor de dente para procurar um dentista, essa relação medo/dentista diminuísse". Fabiana Menezes Teixeira de Carvalho, Recife (PE).
Ouço a mesma queixa em meu consultório. Por isso, criei o Paradoxo do Medo do Dentista, que estabelece o seguinte: Quem tem medo do dentista tem que vir constantemente ao dentista. Essa afirmação baseia-se no fato de que não é do dentista que as pessoas têm medo, mas de sentir dor. Então, quanto mais vierem ao dentista menor será a probabilidade de sentir do de dente, e as vindas ao consultório serão para procedimentos simples e indolores. Com isso, o medo acaba!

"Todos deveriam receber cuidados dentários básicos. apesar de o atendimento de saúde pública na área odontológica no Brasil ainda não ser o ideal, o paciente que vai ao dentista de uma a duas vezes por ano e segue as orientações consegue ter boa saúde bucal" Aley Guarçoni de Almeida, Muriaé (MG).

"No Brasil, sabe-se que nem todos têm condições financeiras de tratar os dentes. É comum a pessoa pensar logo em extrair um dente, pois quer se ver livre da dor. Mas a simples extração sem reposição não é tratamento". José Luiz Pontes Macedo

"Pode-se dizer que dentes implantados aumentaram a libido, talvez porque as pessoas ficam mais confiantes sem falhas de dentes nem dentaduras deslizando por todo lado" Claudia Cabrini Pinto De Lucca.
Uma boa mordedura é tudo... hehehe...

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...