sexta-feira, 28 de maio de 2010

Coisas que eu vou e que não vou fazer quando ficar velho



 Não vejo a minha velhice como um monstro a me castigar e tirar a alegria de viver. É uma fase inevitável da vida (a não ser que morra antes - isto não está nos meus planos!). Vejo a velhice como uma oportunidade de compartilhar experiências e aconselhar quem está começando na vida. Vejo a velhice como uma oportunidade de aprender com os mais jovens o frescor das novidades, o brilho do sorriso, que amanhã será sempre um novo dia e que a esperança é a última que morre. Na sociedade brasileira o idoso não é respeitado como na cultura oriental. Essa sociedade de consumo descarta quem já não é mais produtivo. Infelizmente é uma maneira cruel de relações humanas, mas ela está aí bem debaixo do nosso nariz. Todavia, considero que alguns idosos contribuem significativamente para que as pessoas mais jovens os achem descartáveis, que já não têm algo ou alguma coisa a oferecer. E como não quero engrossar esta lista de descartáveis, quando ficar velho (quando é que pode ser considerado velho?) algumas coisas vou fazer e outras não vou fazer. Vou listar:

Coisas que não vou fazer:
1.      Lavar calçada de manhã,
2.      Varrer a calçada de manhã ou à tarde e fazer fogueirinha com o lixo varrido,
3.      Jogar buraco na praça,
4.      Ficar passeando com passarinho,
5.      Deixar a barba crescer,
6.      Andar desarrumado ou de pijama,

7.      Ficar dando uma de meteorologista e ficar conversando infrutiferamente sobre o tempo,

8.      Ficar no muro tomando conta da vida dos outros,

9.      Madrugar na fila de banco e laboratório de análises clínicas,

10.  Ficar tomando remédios à toa,

11.  Parar de trabalhar,

12.  Ficar em casa à toa e perturbar a esposa sobre o que ela é especialista em fazer,

13.  Ficar me lamentando por ter feito isso ou ter deixado de fazer aquilo,

14.  Ficar dizendo “que no meu tempo é que era melhor”, como se já não pertencesse mais àquele tempo,

15.  Chamar a esposa de “mãe”,

16.  Ficar agindo que nem criança sem ter a certeza das coisas

17.  Ficar emburrado quando alguém fez algo de que não gostei,

18. Chamar minha mulher de "Mô" (mô é nome de vaca)

19.  Deixar de sonhar.

Coisas que vou fazer:

1.      Muito sexo (mesmo que tenha que ser com viagra),

2.      Amar sempre uma mulher que tenha a idade compreendida entre 20 a 30 anos (essa é a melhor fase da vida de uma mulher),

3.      Viver intensamente a vida em todos os aspectos

4.      Curtir meu filho e conversar com ele diariamente, mesmo que seja por telefone ou internet,

5.      Agradecer a Deus por cada novo dia que recebo de presente,

6.      Nunca reclamar da vida, mesmo que esteja num leito de hospital,

7.      Ver a vida de uma maneira objetiva e otimista,

8.      Ter sempre a certeza de que há sempre uma nova oportunidade e um novo recomeço.

9.      Trabalhar todos os dias,

10.  Acordar tarde,

11.  Sorrir,

12.  Estar com os amigos,

13.  Não julgar ninguém e nem ter rancor, porque, afinal de contas, todos erram.

Vou envelhecer, é fato. Mas envelhecer com estilo só mesmo como Sean Connery! Sou fã deste cara...

É uma questão de opção.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...