quarta-feira, 7 de abril de 2010

Há certas coisas que só acontecem com certas pessoas

Aprendi este ditado nos meus tempos de Exército. Por incrível que pareça esse ditado tem um índice de sucesso de quase 100% em qualquer situação! Realmente algumas coisas só acontecem com algumas pessoas. Por exemplo, a mãe do meu filho é especialista em perder coisas. Não conheço pessoa que tenha perdido mais coisas do que ela.
No consultório isso também acontece.
Têm certos colegas que sempre vão pedir os mesmos materiais emprestados, os mesmos equipamentos, os mesmos favores.
Têm certos clientes que vêm ao consultório apresentando os mesmos problemas bucais, os mesmos problemas nas próteses, as mesmas fraturas nas restaurações.
Não tem jeito. O negócio é ajudar em silêncio o colega e resolver em silêncio o problema que o cliente traz.
Geralmente eles reclamam, esperneiam, criticam, mas no fundo, no fundo sabem que eles mesmos são culpados dos seus problemas. Só não querem admitir...
Então a dica é só ajudar. Falar, mostrar de quem é a culpa só vai estressar mais e não vai resolver nada.
Certa feita uma cliente desta categoria veio ao consultório “cuspindo marimbondos” por causa de um provisório que caiu. Ao chegar ela falou, falou e fiquei em silêncio deixando-a falar até cansar. Quando acabou de falar disse: “-Fulana, vamos ser práticos. Sente-se que vou resolver este problema.” E não falei mais nada. Ela se calou e em poucos minutos o problema estava resolvido. Numa outra consulta ela confessou que ficou indignada com meu silêncio. Queria que eu falasse para que uma discussão começasse. Como fiquei quieto não houve discussão.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...