quarta-feira, 3 de março de 2010

Seu trabalho é diversão ou um fardo?



Falo sobre esse assunto com propriedade porque passei pelas duas situações. Fui militar durante 16 anos. Apesar de gostar muito do Exército, decepcionei-me tremendamente com alguns chefes e comandantes, pois impunham sua vontade mesmo estando errados. Traziam tensão e instabilidade dentro do quartel pelo simples prazer. E como no quartel você tem que obedecer ao superior hierárquico não tinha jeito. Porém, era um fardo trabalhar ao lado de gente tão obtusa.
Por isso decidi ser profissional liberal. Ser meu próprio patrão, mesmo com toda essa instabilidade econômica. Aconteceu um terremoto no Chile e já é motivo para o cliente não fazer o tratamento dentário. Mas amo o que faço. É um divertimento diário!
O que concluí disso tudo é que a gente tem que fazer o que gosta. Seja militar, dentista ou outra qualquer profissão faça o que gosta de fazer. Siga sua vocação! Tem gente estudando alucinadamente para passar num concurso público. Aí entra e começa a reclamar que o salário tá baixo, começa a burlar o expediente e assim vai. Será um mau funcionário e será um desiludido que enterrou sua vocação por causa de um emprego estável. Certamente se estudasse em sua profissão com o mesmo afinco que estuda para um concurso público, seria um ótimo profissional.
Tenha em mente que a melhor coisa do mundo é trabalhar naquilo que você gosta. Dinheiro e garantia de trabalho são bons, mas ter seu trabalho como uma diversão é melhor ainda!

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...