terça-feira, 9 de março de 2010

Quando a biossegurança faz a diferença

A imagem acima retirada do blog do JV (netdentista.com), reflete a maneira de trabalhar de muito dentista, infelizmente.
Hoje veio uma cliente para tratamento e trouxe uma amiga. Após a consulta ela relatou que sua amiga foi a um dentista e o mesmo fez o exame clínico sem luvas! Perguntou para mim se aquilo era certo. Geralmente não faço comentários sobre procedimentos de colegas, ainda mais na ausência deles. Mas nesse caso,  tive que censurar tal procedimento, pois reflete a total falta de biossegurança durante a realização de um procedimento clínico, mesmo sendo um simples exame.
Em meu consultório sigo as normas de biossegurança religiosamente, pois sei que isto é a base de um tratamento bem sucedido. Meu cuidado é tanto que uso dois consultórios para atendimento e alterno os clientes, para que meu atendente tenha tempo suficiente para fazer toda a desinfecção e preparo para o próximo atendimento.
Resultado: A amiga de minha cliente vai realizar seu tratamento em meu consultório. Aproveito para agradecer ao "dentista porquinho" por ressaltar minha rotina de biossegurança.
Diante de tanta mediocridade na odontologia atual a gente acaba sendo elogiado por fazer o básico de forma correta...



0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...