segunda-feira, 29 de março de 2010

Projetos inacabados



Hoje pela manhã a caminho do consultório, passei por uma das principais ruas de Madureira. O trânsito estava congestionado. A causa era a fila dupla dos ônibus que passam por ali. Acontece que há uns meses atrás a CET-Rio, órgão do governo municipal que ordena o trânsito, colocou uma pista só para ônibus. Então só poderia passar um ônibus de cada vez no ponto de embarque. Vans e kombis só poderiam parar num outro ponto mais adiante. Essa medida desafogou o trânsito, além de facilitar o acesso das pessoas nos coletivos, principalmente as idosas. Porém, passados alguns meses essa boa idéia foi deixada de lado. Os fiscais responsáveis desapareceram e a bandalheira voltou. Dificultando a vida de todos que passam por ali.
Um bom projeto que foi deixado de lado. Isso acontece a toda hora. Isso acontece conosco vez por outra e nos prejudica sem percebermos. São prejuízos que vão se acumulando ao longo da vida.
Penso que o atraso no desenvolvimento da vida de uma pessoa, família ou nação deve-se a se abandonar sistematicamente os projetos no meio da sua execução.
“Vou entrar em forma física!”, diz a pessoa entusiasmada. Entra na academia e nos primeiros meses comparece religiosamente às aulas de ginástica e musculação. Chega um tempo que o desânimo toma conta, e quando a pessoa percebe já não vai mais à academia.
Da mesma forma podemos dizer de dietas, preparação para concursos, projetos pessoais, economizar dinheiro e assim por diante.
Sem perceber a pessoa vai se sabotando deixando ao longo da vida inúmeros projetos pela metade. E a sua vida fica pela metade...
No consultório aprendi da maneira mais amarga às conseqüências de se deixar um projeto inacabado. Devido a isto quase fui à falência.
Hoje estou com vários projetos em execução. Às vezes dá vontade de parar, deixar de lado, pois levar um projeto até o fim demanda tempo, dinheiro, energia, esforço pessoal e renúncia de comodidades. Mas concentro-me no resultado final. Penso nos benefícios que terei quando esses projetos forem concluídos. Terei uma vida melhor com a conclusão deles. Serei beneficiado e beneficiarei outros.
Um projeto inacabado dá na gente um sentimento de incompetência, de fraqueza.
E o sentimento de dever cumprido é algo muito gratificante!

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...