segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Esse é um assunto técnico, mas que está causando problemas em muitos pacientes por não ser observado por alguns dentistas. Trata-se das fraturas de restaurações na região proximal dos dentes.
Tenho recebido um número considerável de casos para tratamento endodôntico em dentes posteriores, e o problema da fratura proximal das restaurações têm sido uma constante. E isto se deve a que? Simplesmente a falta de orientação dos dentistas quanto ao uso correto do fio dental.
Vamos dar um pulinho à disciplina de materiais dentários: Todos os materiais restauradores e cimentos odontológicos têm duas coisas em comum, que são: Alta resistência à compressão e baixa resistência à tração. Fisiologicamente, o movimento de mastigação dos alimentos gera alta força de compressão e baixa força de tração. Por isso, os materiais dentários são projetados para serem resistentes às forças de compressão. Como a tração é o contrário da compressão, a resistência da primeira é baixa nos materiais dentários.
Quando a pessoa usa o fio dental e puxa em direção a oclusal, ela está exercendo uma força não fisiológica que é à força de tração. Se o fio dental ficar preso em alguma desadaptação da restauração, ele vai ser tracionado. Se a força dessa tração for superior a resistência à tração desse material restaurador ou cimentante, certamente ele irá se romper. Quando a restauração fratura e sai não tem maiores problemas, pois o paciente irá perceber e logo procurará o dentista para corrigir. O problema está quando a restauração fratura e fica encaixada. Aí acontece a famigerada infiltração e em pouco tempo a pessoa terá que ser submetida a um tratamento endodôntico.
Qual deve ser a orientação? Procure orientar o seu paciente que possua restaurações proximais a quando usar o fio dental na higienização para puxar para o lado, em direção da bochecha ou da língua.
É uma medida simples que previne a ocorrência de grandes problemas.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...