quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Por que faço prótese e implante?


Durante a faculdade vamos mudando a especialidade que queremos seguir de acordo com as aulas que vão sendo ministradas. Alguns já entram com uma idéia fixa, certamente influenciada por familiares dentistas. Outros vão mudando ao longo dos períodos. No meu caso foi diferente. Não tinha uma idéia fixa do que ia seguir, até porque gosto de todas as especialidades. Escolher uma? Resolvi escolher todas! Hoje sou um clínico com bastante experiência em todas as áreas, exceto ortodontia que deixei de lado por conta da sociedade com meu amigo, Emanuel, que é ortodontista. Encaminho todos meus clientes de orto para ele. Com o passar do tempo fui inclinando para a prótese e atualmente para implantes. Essa escolha deve-se ao fato que estas especialidades são mais lucrativas, pois os convênios não conseguem colocar em seus planos essas especialidades. Só colocam o básico ou disponibilizam somente para plano top, e é uma minoria de pessoas que possuem este tipo de plano. Logo, estou livre da opressão dos convênios e posso exercer minha clínica particular. Outra vantagem destas especialidades é que elas puxam outras para a execução do plano de tratamento. Puxa endodontia, periodontia, cirurgia e assim por diante. Pensando nisso, criei o atendimento supervisionado, que consiste em montar um grupo de especialistas “free lance” e terceirizar estas especialidades e me concentrar somente na prótese e implante.  Comissão de 50% para o especialista. Todos saem ganhando. Gostaram da dica?

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...