segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

A Ortodontia e a Autofagia

Não sou ortodontista, mas acompanho o desenrolar da ortodontia aqui no Rio de Janeiro. Quando me formei em 1991, a ortodontia ainda gozava de prestígio. Os faturamentos eram altos. Fazer uma especialização em ortodontia era como se achasse uma mina de ouro em Serra Pelada. Uau! A empolgação era tanta que alguns cursos cobravam a mensalidade atrelada ao dólar. A arrogância era tanta que quando se perguntava a profissão de um ortodontista ele se esquecia que era dentista. Ele dizia: “Sou ortodontista!”. Mais um pouco a ortodontia se desligava do CFO e montava um conselho próprio...
O mar dos ortodontistas estava pra peixe. Diziam que: “O sol nasce para todos, mas a sombra para os ortodontistas”. Mas aí tem sempre alguém que estraga a festa. Um grupo de ortodontistas teve a “idéia genial” de montar cursos de atualização, ensinando técnicas básicas e rápidas, que resolveriam rapidamente grande parte dos casos. Os portões de acesso ao paraíso da ortodontia se abriram. A autofagia começou...
Hordas de dentistas desesperados entraram nestes cursos. Aprenderam o básico e começaram a colocar aparelhos. No início da autofagia um amigo meu era professor de um desses cursos, e vendo o baixo rendimento dos alunos procurou o diretor do curso e relatou sua preocupação. Sem o menor remorso de estar destruindo sua especialidade ele disse: “Que se fodam! Eu quero é dinheiro no bolso. O que eles vão fazer depois que saírem daqui é problema deles.” No mesmo instante esse amigo saiu desse curso, por motivos éticos. Mas de nada adiantou. A autofagia já tinha começado e ele viria a ser uma das vítimas. Na época quando esse amigo me relatou este caso, na mesma hora me veio à palavra autofagia, que é o mecanismo biológico de autodestruição das células quando ocorre o fenômeno da autólise. A célula que morre se auto destrói, liberando enzimas no seu próprio citoplasma.
A ortodontia está fazendo autofagia. A especialidade está desintegrando. Primeiramente foram os aparelhos. Antes tinham um custo de cerca de R$ 2.000,00, aproximadamente. Hoje são de graça. Os folhetinhos ridículos (semelhantes aos de agiota) apregoam na rua: “O aparelho é grátis. Você só paga a manutenção”. Não satisfeita a autofagia começou a corroer o valor da manutenção. Em 1991, o valor da manutenção girava em torno de 1 a 2 salários mínimos, o que em cifras atuais fica em torno de R$ 700,00. Agora já encontramos “ortodontistas” cobrando pela manutenção o irrisório valor de R$ 40,00. Esse meu amigo baixou para R$ 80,00 o custo da manutenção, mas “não dá pra diminuir mais”, diz se lamentando. Brinco com ele dizendo que pelo andar da carruagem os ortodontistas vão oferecer todo o tratamento grátis e dar um vale transporte para o deslocamento até o consultório...
E como toda desgraça é pouca, os convênios se aproveitam da moribunda ortodontia e agem como abutres em cima da carniça. Oferecem para seus associados à ortodontia com aparelho grátis, como se fossem elas que estariam cobrindo o custo do aparelho. Na verdade é o dentista, digo ortodontista, que já oferece essa “vantagem”. O convênio se promove à custa do agonizante ortodontista...
Qual será o futuro da ortodontia? Não sei e nem quero saber. Os ortodontistas e os pseudos ortodontistas que se entendam!

8 comentários:

  1. Dr. Ricardo Lessi5 de maio de 2010 13:16

    Olá caro colega....concordo com seu texto e com seus pensamentos. Porém, acredito que você poderia pensar um pouco mais antes de escrever certas informações....acho que você não precisava ajudar a Ortodontia a afundar ainda mais divulgando preços de tratamentos em um local onde qualquer pessoa pode acessar essa informação. Tá, sei que muitos "colocadores de aparelho" cavam sua própria cova e divulgam valores em panfletinhos, dão isso e mais aquilo, mas, como um profissional que deseja o bem para a Odontologia em geral, não precisava falar tão francamente assim. Essa é a minha opinião.
    Abraços e parabéns pelo blog. Seus textos são muito bons.

    ResponderExcluir
  2. Dr. Ricardo você tem razão em suas colocações, mas a nudez com que trato o assunto deve-se ao fato de alertar meus clientes sobre esses pseudos-ortodontistas que tanto fazem mal a especialidade...

    ResponderExcluir
  3. Acho que voce tem eh inveja da orto, se no seu conceito essa especialidade se encontra assim, saiba que nao eh com uma postagem desta que estaras ajudando, como por exemplo, divulgando valores indignos. #ficadica

    ResponderExcluir
  4. Não tenho inveja da ortodontia. Meu melhor amigo é ortodontista. Porém, lamento profundamente a que nível baixo que a ortodontia chegou. Em frente ao meu consultório tem um ortodontista recém especializado que não cobra aparelho e cobra manutenção de R$ 50,00. Você, Nayara, acha isso digno?
    Eu não! Por isso, divulgo este descalabro a fim de que possamos nos valorizar. #ficaadica!!!

    ResponderExcluir
  5. Pra mim o grande problema é a iatrogenia q esta acontecendo,prato cheio pro futuro,pra especialistas em atm,implantodontistas,endodontistas e outros. Vemos na clinica diária mobilidade,perda dental,lesão, a rodo por uso incorreto do aparelho ortodontico.Arcada alinhada "bonita"oclusão horrivel, um mal sem volta??

    ResponderExcluir
  6. Triste... mas se a Odontologia está assim, é culpa dos próprios dentistas, pois os pacientes sempre nos trataram com respeito e admiração!
    Culpa desse povo que não tinha nada pra fazer da vida e veio inventar de fazer Odontologia pra fazer esse circo com nossa profissão!

    ResponderExcluir
  7. /\ CONTINUAÇÃO
    E só pra não parecer que eu sou um velho dentista ultrapassado revoltado, eu ainda sou acadêmico! Mas eu vejo na minha turma o exemplo do que está sendo a Odontologia... As pessoas não cuidam nem da própria imagem, as meninas tem fama de piriguetes e os meninos de cachaceiros... como podem cuidar bem da nossa profissão?

    ResponderExcluir
  8. /\ CONTINUAÇÃO
    E só pra não parecer que eu sou um velho dentista ultrapassado revoltado, eu ainda sou acadêmico! Mas eu vejo na minha turma o exemplo do que está sendo a Odontologia... As pessoas não cuidam nem da própria imagem, as meninas tem fama de piriguetes e os meninos de cachaceiros... como podem cuidar bem da nossa profissão?

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...