quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Quem me dera se não existissem laboratórios de prótese. É um mal necessário. Nós, protesistas e reabilitadores, trabalhamos com laboratórios de prótese constantemente. É um mecanismo de simbiose que nem sempre funciona bem. Às vezes dá vontade de fazer só endodontia ou ser radiologista só para não ter que conviver com laboratórios de prótese. Não tenho nada contra eles, ou melhor, com os bons técnicos em prótese. Com aqueles técnicos que sabem qual é o seu lugar: O de complementar o trabalho do dentista. É um trabalho conjunto. O dentista projeta e o técnico executa o trabalho planejado. Também o técnico deve ser consultor, fornecendo acessória técnica. Ao ver que um trabalho não está sendo bem executado, ele orienta o dentista para replanejar o tratamento a fim de que o resultado final seja o almejado. Porém, o que vemos na prática é protético e dentista se digladiando um querendo ser melhor do que o outro, quando na verdade um depende do outro. Você manda um trabalho para o laboratório e o protético faz da maneira que acha melhor. Comete um erro e não assume. Aceita trabalhos em demasia e não dá conta estendendo o prazo de entrega. Quer que faça alívios no preparo para aplicar porcelana muito acima do recomendado na literatura. Não articula direito os trabalhos (quando monta no articulador) e o dentista tem que gastar tempo fazendo ajustes e assim por diante...
E a fatura do laboratório? Brinco com protéticos conhecidos dizendo que a calculadora de um laboratório de prótese só tem as funções de somar e multiplicar, nunca de diminuir e dividir. A fatura quando vem errada é sempre para mais. E para receber pagamento? Muitos protéticos de hoje pensam que os dentistas ainda vivem no período de ouro da odontologia, com grandes ganhos e pagamentos à vista. Certa vez falei para um deles que para fechar um tratamento tenho que parcelar em até 10 vezes sem juros no cartão, e que ele também deveria facilitar mais o pagamento do laboratório. Sem cerimônia respondeu o seguinte: “Ah, Doutor então pague o laboratório com as primeiras parcelas”. Nunca mais trabalhei com aquele laboratório...
Está sendo muito difícil trabalhar com os laboratórios de prótese, mas temos que usar o bom senso e esperar que eles usem também.

13 comentários:

  1. ABORRECIMENTO CAUSA O DENTISTA INCOMPETENTE QUE NÃO SABE INSTALAR UMA PRÓTESE E TAMPOUCO FAZER UM PREPARO ADEQUADO AO TRABALHO NECESSÁRIO POIS SE É UM TRABALHO EM EQUIPE AMBOS TEM QUE FAZER SUA PARTE E A PARTE DO DENTISTA É INSTALAR A PRÓTESE E VER OS DEVIDOS AJUSTES E SE TIVEREM É PORQUE O PREPARO FOI INADEQUADO.QUANTO AO VALOR COBRADO O DENTISTA COBRA DO PACIENTE E RECEBE MUITO BEM E DEVE PAGAR O PROTÉTICO SEM RECLAMAR POIS QUEM PAGA NÃO É O DENTISTA E SIM O PACIENTE QUE NA MAIORIA DAS VEZES É MANIPULADO PELO DENTISTA PARA OBTER MAIOR LUCRO.CARO DENTISTA O SEU LUGAR É DE RESPEITAR O PROTÉTICO ASSIM COMO GOSTARIA DE SER RESPEITADO.

    ResponderExcluir
  2. SERÁ QUE O DENTISTA É CAPAZ DE CONFECCIONAR UM TRABALHO DE PROTESE, UMA PORCELANA PURA PRENSADA, UM PROVISORIO OU ATÉ MESMO UMA DENTADURA?NÃO CONSEGUE PORQUE NÃO SABE.POIS QUANDO ESTÃO NA UNIVERSIDADE PAGAM PARA QUE PROTÉTICOS EXECUTEM TAL SERVIÇO.

    ResponderExcluir
  3. Esse Blog é um espaço democrático onde todos podem expressar suas opiniões, inclusive protético mal educado que faz comentários ofensivos.
    Sou da teoria do "cada um no seu quadrado". Na faculdade não aprendemos trabalho laboratorial (por isso existem os protéticos), até porque são atividades totalmente diferentes. O dentista projeta e integra a prótese ao organismo. O protético executa o que o dentista planejou. Infelizmente, vejo alguns protéticos complexados por serem somente protéticos. Queriam ser dentistas. Por que não fazem a faculdade de odontologia? Alguns amigos fizeram e hoje são excelentes protesistas. Eu mesmo fiz a faculdade de odontologia e como tinha dificuldades com prótese fiz o curso técnico em prótese dentária. Por isso, sei as manhas do protético, pois convivo de perto.

    ResponderExcluir
  4. senhor rogerio é isso mesmo quero dizer rogerio com letra minúscula, quem disse para o senhor que protéticos querem ser dentistas? eu nunca na minha vida queria ser dentista,cruzes ....

    ResponderExcluir
  5. gente que homem mais arrogante esse tal de rogerio... ele é muito pobre só ele é que não viu ainda, tenho pena dele tadinho, com esse sentimento tão mal guardado dentro dele...

    ResponderExcluir
  6. Sem argumentos para comentários sem conteúdo...

    ResponderExcluir
  7. Meu caro Dr:Rogério, se não pode pagar um protetico faça vc mesmo seus trabalhos.

    ResponderExcluir
  8. Seu Rogério se vc não tem grana para pagar um protético e fica reclamando que tem que parcelar em 10x sem juros, vai estudar pra ser servidor público seu pobretão.

    ResponderExcluir
  9. Rogério Boelter Dentista pobretão sem dinheiro para pagar um protético AHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  10. Dessa maneira chula que você se dirige a mim, de modo anônimo, não vale a pena responder. Merece o silêncio e indiferença seu obtuso!

    ResponderExcluir
  11. o que eu vi em varios comentarios seu rogerio não é uma reclamação quanto a qualidade e sim a forma de pagamento, sou protetico a 10 anos e ganho mais que muitos clientes meus, sou satisfeito e orgulhoso da minha profissão, sou um fornecedor de trabalhos para dentistas assim como a dental me fornece material quando quero parcelar o material a dental me cobraria mais caro e vc gostaria de pagar juros ao parcelar a conta com o protetico,vc pede para parcelar antes de começar a mandar os trabalhos ou depoi que o protetico lhe manda a conta?vc procura preço ou qualidade no trabalho?quando o trabalho fica bem feito o dentista trabalha bem e quando fica mau feito o protetico trabalha mau? converse com o seu protetico ou pulando de galho em galho os PROTETICOS DESCENTES não vão querer trabalhar com vc e só restara aqueles profissionais sem qualidade para fazer os seus trabalhos, pois nimguem quer trabalhar com um dentista chorão que apos receber a nota quer parcelar sem perguntar se os valores daquela tabela de preço que recebeu quando começou a trabalhar era possivel parcelar, é sua opção mandar serviço ou não e do protetico aceitar aprcelar ou não, pois ninguem quer saber se vc tem capital de giro ou não!

    ResponderExcluir
  12. credo pessoal, q isso, sou protetico, e hoje ñ tenho mais problemas de relacionamento com meus clientes, é tudo uma questão de conversar...no caso de parcelar em 10x sem comentarios, mas tem casos q da para esperar um pouco...mas Rogério, o problema é q a maior parte do material fica por conta do lab. no consultório vc gasta no maximo alginato e em poucos casos gesso, ja no lab. tem uma infinidade de material q temos q manter no lab sempre, exemplo disso é dentes, aqui em meu lab. mantenho no minimo 1000 pl de dentes para ter todas as cores e tamanhos pq ñ tenho dental proximo aqui...claro q ñ é o caso de muitos, mas ai tem outros materias tbem...então o negocio é um prézinho e ja resolve...o no mas é só conversar com seu tecnico e ja era..abraço a todos e lembrem, Jesus é o cara!!!!!! fiquem com Deus!!!

    ResponderExcluir
  13. Esse papo de frustrado pq queria ser dentista foi o pior!!!
    Conheço dentista quebrado que não tem nem um carro pra ir trabalhar e conheço técnico formado que nunca sentou numa bancada e tem 10 funcionários trabalhando pra ele. Antes do mi mi mi já esclarecendo, não sou da área

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...