terça-feira, 19 de agosto de 2008

Você Ronca?

Ninguém admite em sã consciência que ronca. Se conseguirem uma prova sonora, dizem que é mentira e só aceitam como prova através de uma perícia criminal!
Acontece que muita gente ronca e adoraria se livrar deste incômodo, pois sabem que o ato de roncar prejudica sua saúde, bem como da pessoa que dorme ao seu lado.
O ronco pode ser causado pela apnéia do sono e o excesso de tecido flácido na oro-faringe.
A Apnéia do sono pode ser de origem neurológica, e acontece quando o cérebro se “esquece” de dar comando aos pulmões para respirar. Isto acontece numa fração de segundo repetidas vezes, mas dá uma sensação de sufocamento que faz a pessoa tentar pegar ar. Também existe a apnéia obstrutiva, quando as vias nasais estão bloqueadas pelo crescimento de uma estrutura chamada de adenóide ou a musculatura da orofaringe apresenta algum defeito na sua contração e fecha a passagem de ar durante o período de sono.
No caso de excesso de tecido flácido na oro-faringe, que ocorre em pessoas obesas, a gordura cria este tecido flácido, que reverberá durante o período do sono produzindo o som.
Com exceção da apnéia de origem neurológica, que deve ser tratada por um neurologista, as demais causas podem ser tratadas num trabalho conjunto envolvendo o otorrinolaringologista, o fonoaudiólogo e o dentista. Na área do dentista podemos desenvolver uma placa anti-ronco, que age na boca aumentando a passagem de ar pelo aumento da dimensão vertical de oclusão e pela distensão dos tecidos da orofaringe, evitando assim o reverberamento.
Diante do exposto você só vai roncar se quiser!!

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário! Ele será respondido assim que puder...